9.2.16

Hoje é feriado, fiz o tacho

Como seria de esperar, não fiz saladas para acompanhar o salmão que sobrou. Pôr um pepino a suar com sal durante 30 minutos quando estás cheia de fome é impraticável. Tinha no frigorífico uma penca  cozida, temperei-a com um fio de azeite, vinagre, alcaparras lá para o meio e pimenta. O salmão foi lascado e regado com sumo de limão. Papei. Sem ter de suar pepinos.

Hoje é o dia mundial da panqueca (li na internet) e, ta-dan, fiz panquecas. Fui apenas ao Google e usei esta receita onde muita gente botou like e estrelinhas (sempre um bom indicativo). Panqueca de banana: usei duas bananas da Madeira, bem maduras, juntei também canela e extrato de baunilha. Servi com mel, manteiga, e amêndoas e coco tostados.
Enquanto isso caramelizei praí 6 ou 7 cebolas com o meio funcho que sobrou do outro dia. Servirá agora para o meu jantar e para mais algumas coisas ao longo da semana.

Comprei hoje um robalo lindinho de meio kg ali no Pingui e lembrei-me de fazer peixinho ao sal! Recorri de novo ao Google e, desta vez, ao Henrique Sá Pessoa. Fiz a pasta de azeitonas, com uma mãozinha de alcaparras e um nico de pasta de anchovas. Vrum no 1,2,3 e misturei com o sal. Em vez do tomilho no interior do peixe, usei salsa que tinha congelada (sim, tenho muita tralha no congelador) e fiz ali o montinho de sal como no vídeo. A estimativa de 20 minutos por kg de peixe aplica-se também a meio kilinho (abrir o monte de sal e ver o peixe ainda cru é triste...).Comi o peixinho acompanhado pela cebola caramelizada, com azeitonas, mozzarella (como fez aqui a Sanda). De sobremesa, ando a comer o iogurte de coco da alprosoja que, ai, é tão bom.

No comments: