17.11.15

Tive de puxar muito pela cabeça

para me lembrar do que cozinhei nos últimos meses (não foi muita coisa, confesso):

Vi o Ramsay a fazer boiled eggs and anchovy soldiers e o meu mundo parou, precisava disto. Esta receita é semelhante. O resultado foi delicioso. Ponham salsa também na manteiga, fica lindo. E usem manteiga sem sal!

Tostas de abacate, ovos mexidos (Rogue Method!) e sriracha, uma série de vezes.

Uma sopa de tomate e pão. Foi ok, não gosto das sementes de funcho que volta e meia uma pessoa trinca. Não adorei.

Repeti estas cenouras "steam-roasted" com cominhos que são as cenouras mais lindas que alguma vez cozinhei.

Por causa deste artigo, decidi tentar fazer cacio e pepe. Já o fiz duas vezes e ainda não consigo um molho cremoso. Usei comté e pecorino. Vou culpar o comté. Da próxima compro parmesão.

Comprei uma abóbora hokaido e assei-a com gochujang e sementes de sésamo. É muito picante mas bem bom!

Baked eggs with spinach and leeks. Isto sim, era um mimo. A repetir.

Fiz o cloud cake da Nigella. É muito bom! Falhei a bater as natas (sim, talharam e ficaram manteiga) mas, ainda assim, o bolo é maravilhoso!

Para uns hóspedes que por cá passaram, fiz um pound cake de laranja e maracujá. A receita é do David Leibovitz. Nota: não voltar a comprar polpa de maracujá enlatada, é uma merda, mas o bolo era bem simpático.

Um estufado de carne picada, espinafres e tortellini. Como não há cá "italian sausage", comprei um naco de vitela para estufar (e pedi que picassem no talho) e no refogado juntei uma mão cheia de chouriço de carne picadinho. Não sei porquê, isto deu-me uma quantidade estúpida de comida mas é mesmo saboroso. Usei os cantos de queijo que guardo no congelador, como a senhora lá sugere.

Fiz uma sopa:
2 cebolas médias em fatias
2 alhos
1 curgete média
3 batatas pequenas 
2 cenouras
1 abóbora menina
1 colher de sopa de pasta de tomate
Ttudo em cubos. Refogar a cebola e o alho por uns minutos, juntar a batata, cenoura e abóbora. esperar uns minutos até juntar a curgete e a pasta de tomate. Cobrir com água. Pôr sal. Deixar cozer até tudo se desfazer com a pressão de um garfo. Passar.

Fiz uma tarte/bolo de abóbora manteiga. Achei lindo, era óptima. Adorei espremer a abóbora com o pano de cozinha, senti-me mesmo uma cozinheira à séria.

Fiz um bolo de amêndoa com pequenas alterações: em vez de 1 1/2 cup de farinha AP, usei 1/2 de farinha de amêndoa e 1 de farinha de bolo (a velhinha Branca de Neve); em vez de crème fraîche usei iogurte grego natural na mesma quantidade; acrescentei 1 tsp de essência de baunilha. Ao juntar o açúcar com manteiga e iogurte, deixei a batedeira por 2 ou 3 minutos até ficar fofinho e branco e intercalei os ovos com 2 minutos, na velocidade máxima.

Fiz uma salada: assei couves de bruxelas (cortadas em metades) e cogumelos brancos (cortados em quartos) com um nico de azeite, vingare balsâmico, alho laminado, sal e pimenta. A couve deve ficar castanhinha, praí 20 minutos a 180ºC. Fiz um molho com 2 colheres de sopa de iogurte grego natural com um colher de chá de tahini, um bocado de sumo de limão, sal e pimenta. Lavei um bocado de rúcula, pus um nico do molho e misturei com as mãos. Pus os cogumelos e as couves por cima, e cozi um ovo por 5 minutos (até a clara ficar cozida e a gema líquida). Deitei o resto do molho por cima dos legumes e não resisti a 1 colher de mostarda de Munique que fez maravilhas nisto aqui.

No comments: