30.4.14

Maratona!

Ontem enfiei-me na cozinha com o meu avental novo. Fiz sopa, tarte de galinha, compota de morangos e ainda um cheesecake (no qual esqueci-me da gelatina, por isso, é um cheesecake muito instável).

A compota vem do meu tão fiel food52. Sabe às de supermercado mas é melhor porque é feita por nós.

A tarte de galinha foi o meu orgulho. Veio daqui com algumas alterações:
i) os legumes que usei vieram em parte do cabaz que recebi ontem. Cenouras, espinafres frescos, alho francês bebé (tão pequenino) e scallions porque fui ao super chinês. Usei 3 alhos ao saltear isto tudo e um bocadinho de caldo que sobrou.
ii) o caldo era um que tinha congelado (sobras de um risotto) ao qual juntei meio copo de vinho branco. Nele cozi peito de peru (não tinha de frango), ao invés de o fazer na frigideira como pede a receita. O caldo, base de tudo isto, tinha 1 carcaça de frango assado e miúdos, 2 cenouras com casca partidas em rodelas, 1 cebola em quartos, praí 8 dentes de alho com e sem casca (aborreci-me), 2 mãos cheias de aipo picado, partes verdes de um alho francês, ramos de salsa e de tomilho frescos (secos também dá), uma colher de sopa de bouquet garni que trouxe do super da suíça, estragão seco, louro, cheese rinds de parmesão e gruyère, um bocado de presunto caseiro do pai da Joana. Isto cozeu praí 2 horas à vontade, depois juntei o vinho e deixei cozer mais. Estes caldos são o céu, volto a salientar.
De resto, a receita foi igual. Só mais uma dica: buttermilk usado na massa é 1 copo de leite (usei gordo que é preciso mais à frente na receita)com uma colher de sopa de sumo de limão ou vinagre, deixar 10 minutos e depois usar. O ácido precipita as proteínas do leitinho.

Sei que a Ana tirou foto à tarte mas eu não sei aceder ao insta dela. Ainda assim, a tarte é deliciosa, e quero voltar a fazê-la (com a premissa que da próxima não demore horas!)

No comments: