2.11.11

Matilde, não sejas lacónica. Não o sabes ser.

No comments: